Miniusina de energia solar: iniciativa sustentável de grandes marcas

Miniusina de energia solar está sendo uma tendência.

Com tantas mudanças climáticas, as pessoas têm saído em busca de opções de iniciativa sustentável.

Afinal, é preciso contribuir com o meio ambiente e nada melhor do que apostar em fontes de energia que são renováveis. 

Entre elas, uma que se destaca é a miniusina de energia solar, pois o sol é fonte de energia que se renova assim como a eólica, a biomassa e o hidrogênio verde.

Ficou interessado em saber como uma miniusina de energia solar pode contribuir com a geração de energia de sua casa ou empresa? Então, confira o material que preparamos.

O que é a miniusina de energia solar?

miniusina de energia solar

A miniusina de energia solar consiste na montagem de um espaço formado por uma central que é capaz de gerar energia elétrica.

Essa central vai ter uma potência que fica entre 76 e 5 MW e ela vai recorrer às fontes de energia que se renovam. Por isso, é possível afirmar que essa é uma iniciativa sustentável.

Contudo, quem deseja ter esse tipo de equipamento em casa, precisa ficar atento, pois a ANEEL traz as informações técnicas na regulamentação 480/12.

Mas, de forma simples, é possível afirmar que a miniusina de energia solar nada mais é do que um sistema que vai gerar energia para sua casa a partir da luz do sol.

Porém, ela precisa ter potência que fica entre 76 e 5 MW.

Esquema energia solar: Esquema Básico de um Sistema Fotovoltaico

1. Captação da Energia Solar:

  • Painéis Solares: Módulos compostos por células fotovoltaicas que convertem a luz do sol em eletricidade através do efeito fotovoltaico.
  • Tipos de Módulos:
    • Monocristalinos: Maior eficiência e custo mais elevado.
    • Policristalinos: Menor eficiência e custo mais baixo.
    • Perovskita: Tecnologia em desenvolvimento com potencial para alta eficiência e baixo custo.
  • Orientação e Ângulo de Inclinação: Impactam na geração de energia.
  • Sombra: Reduz a eficiência dos módulos.

2. Conversão da Corrente Contínua (CC) em Corrente Alternada (CA):

  • Inversor: Transforma a corrente contínua (CC) gerada pelos painéis solares em corrente alternada (CA), compatível com a rede elétrica e aparelhos eletrônicos.
  • Tipos de Inversores:
    • On-grid: Conectado à rede elétrica.
    • Off-grid: Não conectado à rede elétrica, necessitando de baterias para armazenamento de energia.
  • Microinversores: Instalados em cada módulo solar, oferecendo maior eficiência e flexibilidade.

3. Armazenamento de Energia (Opcional):

  • Baterias: Armazenam o excedente de energia gerada durante o dia para uso à noite ou em dias nublados.
  • Tipos de Baterias:
    • Ácido chumbo: Tecnologia mais antiga e menos eficiente.
    • Lítio: Maior eficiência e vida útil, mas custo mais elevado.
  • Dimensionamento: Depende do consumo de energia e da disponibilidade de luz solar.

4. Controle e Monitoramento:

  • Controlador de Carga (Opcional): Regula a carga das baterias, evitando sobrecarga ou descarga excessiva.
  • Monitor de Energia: Monitora a geração e o consumo de energia, fornecendo informações valiosas para o usuário.

5. Conexão à Rede Elétrica (Opcional):

  • Sistema On-grid: O excedente de energia gerada pode ser enviado para a rede elétrica, gerando créditos para o consumidor.
  • Sistema Off-grid: A energia é utilizada localmente, sem conexão à rede elétrica.

6. Componentes Adicionais:

  • Disjuntores: Protegem o sistema contra curto-circuitos e sobrecargas.
  • Aterramento: Garante a segurança do sistema e evita descargas elétricas.
  • Estrutura de Montagem: Suporta os painéis solares no telhado ou no solo.

Observações:

  • Este é um esquema básico e pode haver variações de acordo com o tipo de sistema fotovoltaico e as necessidades do usuário.
  • É fundamental consultar um profissional especializado para projetar e instalar um sistema fotovoltaico adequado às suas necessidades.

Quais marcas fazem uso de iniciativa sustentável?

As marcas atualmente vêm trabalhando para ficarem cada vez mais próximas do seu público-alvo e uma das maneiras eficientes de conseguir isso é apostando no uso de ações voltadas ao meio ambiente.

Isso porque, as pessoas têm se preocupado cada vez mais com a temática.

A Heineken é uma das marcas que está apostando em uma ação que traz uma iniciativa sustentável. Tanto que, durante o Popload Festival, a marca apostou na instalação de uma miniusina de energia solar.

Outra iniciativa sustentável, que aconteceu durante o festival é o estímulo que a Braskem promoveu fazendo com que as pessoas fizessem o descarte dos resíduos e trocassem por brindes.

Entre os prêmios, as pessoas receberam pochete, cordinha para óculos, óculos de sol e até câmera fotográfica instantânea.

Atento a isso, o Governo do Estado do Espírito Santo também está apostando nisso como forma de contribuir com o meio ambiente.

E instalou placas de energia solar em escolas com o objetivo de ter 100% da energia usada nos prédios públicos a partir de fontes renováveis.

placas de energia solar em escola pública no ES

Como funciona uma mini usina fotovoltaica?

Uma miniusina de energia solar funciona a partir da instalação de painéis solares. Eles vão fazer a captação.

A partir disso, um inversor solar faz a conversão da energia que foi obtida transformando em corrente alternada.

Feito isso, ela passa a ser enviada para as redes de transmissão de energia e as casas ou empreendimentos que contam com o sistema começam a fazer uso.

esquema do funcionamento de miniusina de energia solar

Fato é que os painéis solares vão produzir energia elétrica em corrente contínua. Devido a isso é que eles precisam da ação do inversor.

Mini usina de geração de energia solar: Exemplos

A FedEx é uma empresa que possui iniciativa sustentável.

Afinal, as placas para ter acesso a energia solar estão instaladas em uma área de 16 mil metros quadrados.

Tudo isso, faz com que elas geram 80 mil quilowatts por hora.

A Apple é mais uma marca que pensa no meio ambiente.

miniusina de energia solar APPLE

Desde abril de 2018, a energia usada nos data centers, escritórios e lojas são provenientes de fontes que se renovam.

A empresa produz 626 megawatts todo ano.

Deste total, 286 são oriundos da usina fotovoltaica.

Benefícios da miniusina de energia solar

Entre os benefícios da miniusina de energia solar está justamente o fato do próprio consumidor ser o responsável pela produção da energia que ele consome.

O resultado disso é que quanto mais energia ele entregar, ele vai acumular créditos que são revertidos em sua conta de luz.

 Assim sendo, mais um benefício acontece, porque além de apostar em uma iniciativa sustentável, a conta de energia elétrica também é beneficiada, porque os créditos são revertidos.

Outra vantagem é que além de contribuir com o meio ambiente, a pessoa ainda tem um item que tem durabilidade alta, ou seja, a usina vai durar pelo menos 25 anos.

E não há com o que se preocupar, porque mesmo nos dias em que está chovendo ou nublado, a geração de energia continua acontecendo, porque a radiação solar não deixa de exigir.

Conclusão

Por fim, os painéis ainda estão prontos para suportar as chuvas, incluindo as de granizo ou ainda sofrer algum tipo de choque.

Então, certamente a aposta em uma miniusina de energia solar é muito importante, porque não só o meio ambiente será beneficiado.

Como também o seu bolso e no final todos saem ganhando, porque a energia usada é renovável!

Precisa de ajuda? Converse conosco
Rolar para cima